Os 10 Melhores “Designers” Portugueses Contemporâneos

branch_lamp_01

A moda portuguesa contemporânea prima pela variedade de processos criativos, com artistas e marcas que atestam o elevado nível de criatividade do “design” nacional. Combinando tradição, inovação e paixão, aqui propomos uma seleção dos melhores criativos contemporâneos em Portugal:

  • 1. Boca do Lobo: Fundada em 2005 por Armândio Pereira e Ricardo Magalhães, esta é uma marca de “design” de mobiliário que se propõe reinterpretar o passado através da tecnologia e do “design”, de modo a criar experiências emotivas e um sentido de pertença.
  • 2. Martinho Pita: A prática interdisciplinar deste autor abrange a arquitetura, o “design” de produtos, a fotografia e as instalações de arte. Pita procura imbuir as formas de um espírito sensível ao observador.
  • 3. Fernando Brízio: “Designer” com reputação internacional, Brízio cria produtos tanto para a manufatura, a produção em pequena escala, como para exibições e interiores.
  • 4. Susana Soares: O trabalho de Susana Soares explora o efeito que o atual “re-design” tecnológico da natureza pode ter sobre o “design”.
  • 5. Joana Vasconcelos: O processo criativo de Vasconcelos baseia-se na apropriação de formas pré-existentes, na análise dos valores, costumes e hábitos convencionais. Recorre fortemente à monumentalidade, à cor e ao padrão.
  • 6. Amorim: Este fabricante produz, entre outros, artigos comerciais em cortiça, que utilizam a cortiça portuguesa e são projetados para uso diário. O material empregado é 100% natural, reutilizável e reciclado.
  • 7. Joana Santos Barbosa: Fundadora criativa da INSIDHERLAND. As suas principais inspirações são a cultura, a memória, a tradição e o mundo natural.
  • 8. Felipe Oliveira Batista: Estilista português com residência em Paris. Trabalhou com várias casas internacionais de moda, incluindo a Max Mara e a Cerruti, e fundou a sua própria marca em 2003.
  • 9. Toni Grilo: “Designer” franco-português, concebe os seus trabalhos como peças de arte funcionais, que cria com escolhas invulgares de materiais, formas e processos de produção, sendo bastante original e solicitado.
  • 10. Nini Andrade Silva: Criou a sua primeira companhia – Esboço – em 1991. Subjacente ao seu trabalho, está a filosofia de que não é o que vemos num espaço, mas os sentimentos que desperta que o tornam especial.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *